Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

A rebelião no "cadeião" de Campinas

Na década de 70, mais precisamente no ano de 1974, Campinas ganhou uma cadeia pública localizada na rua João Batista Morato do Canto, n° 100, bairro São Bernardo; a construção iniciou-se em 1973. Até então, os presos ficavam confinados num prédio situado na esquina da rua Sebastião de Souza com a avenida Andrade Neves; a entrada era pela rua Sebastião de Souza, n° 150. Já vivia o fenômeno da superlotação, ficando os detentos amontoados. Certa vez, um dos juízes criminais da comarca de Campinas registrou em sentença que aquilo não era uma cadeia, mas um “mero depósito de homens”. Com a inauguração da nova cadeia, que, com a excelente disposição do campineiro para pôr apelido em tudo[1], logo passou a ser chamada de “cadeião do São Bernardo”, para ali foram transferidos os presos que estavam no “depósito de homens”. Não demorou para que houvesse a superlotação. Esta, em geral, funciona como uma “panela de pressão”, pois em lugares que cabem poucos e são postos muitos, aumenta-se o risco…

Por dentro dos presídios – Cadeia do São Bernardo

Iran